Pequenos empresários podem gerar energia

Esquerda
 

A Plataforma 2018: Brasil do Amanhã discutiu o futuro da energia e seus impactos no desenvolvimento do país no dia 01 de outubro, das 18h às 21h, no auditório do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro.

Na ocasião, Eliane Borges, coordenadora nacional do Macrossegmento Energia do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), reforçou a necessidade e a importância de melhorar a eficiência energética do país e saudou a energia solar como uma oportunidade para os pequenos empresários se tornarem geradores de energia.

Segundo Eliane, o Brasil todo deve se mobilizar pela eficiência energética. O tema deve ser tratado em paralelo ao do incentivo à utilização das energias renováveis. Os pequenos negócios também podem ser geradores de energia, principalmente na área de energia solar fotovoltaica.

Eliane também frisou que governadores e prefeitos devem se mobilizar para a criação de programas estaduais e municipais de energias renováveis. O desenvolvimento de um ambiente favorável pode fazer acelerar o uso da geração descentralizada de energia.

“Existem hoje mais de setenta linhas de financiamento para energia solar fotovoltaica. Nós fizemos recentemente uma pesquisa rápida com pequenos empresários e um dos cinco maiores desafios relatados foi a falta de acesso a financiamento. Então, como é que, em um país que tem mais de setenta linhas, o pequeno empresário diz que não tem acesso a esse financiamento? Tem alguma coisa muito errada...”, disparou.